Bem-vindos à página da Jornada

 Diabetes – um desafio sistémico e multissectorial

 

A diabetes é, de entre as doenças crónicas não transmissíveis, uma das mais comuns afetando mais de 442 milhões de pessoas (OMS, 2016). Na EU, em 2009, estimava-se que 32 milhões de pessoas teria diabetes.

Em 2015 a prevalência estimada da Diabetes na população portuguesa com idades entre os 20 aos 79 anos era de 13,4% (Portugal, 2017). Dos resultados do Inquérito Nacional de Saúde com Exame Físico (INSRJ, 2016) constatou-se que 9,8% da população entre os 25 e os 74 anos era diabética, estando mais presente nos homens e aumentando com a idade.

A prevalência da diabetes em Portugal é superior à média da OCDE.

Trata-se de um importante problema de saúde pública, sendo a principal causa de cegueira, insuficiência renal, ataque cardíaco, acidente vascular cerebral e amputação dos membros inferiores (WHO, 2016).

Em termos de políticas de saúde, o Programa Nacional de Prevenção e Controlo da Diabetes integra o Plano Nacional de Saúde e a visão quanto à sua implementação é de interceção e complementaridade com outros programas, preconizando-se, assim, uma abordagem integradora e abrangente.

A magnitude e a vulnerabilidade do problema exigem intervenção articulada dos diversos setores da sociedade, ao longo do ciclo vital, aos diversos níveis de prevenção e nos múltiplos contextos de vida das pessoas.

A formação ao longo da vida dos profissionais é fundamental para a incorporação nas suas práticas das melhores evidências. Cada vez é mais importante a capacitação das pessoas para gestão da saúde, e de ação sobre os seus determinantes, esperando-se respostas mais inovadoras e adequadas. O desenvolvimento tecnológico é um desafio constante, com incorporação no quotidiano dos profissionais e dos utentes.

A Enfermagem assume papel relevante pela proximidade das pessoas e comunidades, contribuindo para a promoção da saúde, para a gestão da doença e das suas complicações.

É para a discussão deste assunto que a Escola Superior de Saúde do IPVC e o Curso de Licenciatura em Enfermagem contam com a vossa presença no dia 18 de maio.

Viana do Castelo é uma pequena cidade do norte de Portugal, acolhedora e rica de tradições e gastronomia, que certamente assegurará uma estadia reconfortante.

Convidamos os profissionais de saúde e de educação a partilharem as vossas experiências, produções científicas e participarem nesta jornada científica.